Untitled Document
Gestos e postura em harmonia
 

Os gestos e a postura representam mais de 50% da nossa comunicação. Eles auxiliam na transmissão da nossa mensagem aos ouvintes. Mesmo em silêncio, transmitimos muitas informações a nosso respeito. Cuidado com a postura desleixada, com o semblante carregado e com gestos incorretos. Por exemplo: evite ficar girando a aliança, mexendo no relógio; nada de ficar torcendo o botão do paletó, não é indicado, ainda, ficar colocando as mãos nos bolsos durante muito tempo, entre outros gestos desaconselháveis. Mas quando e como devemos gesticular? É sempre uma pergunta muito comum em sala de aula. Não devemos ficar gesticulando o tempo todo palavra por palavra.

Os gestos devem representar ideias. Exemplo: Vamos analisar a ideia de tempo. Para interpretar uma informação referente ao passado, podemos usar a mão fechada com o dedo polegar esticado, apontado para trás na altura do ombro. Quando coloco a mão fechada com o dedo indicador apontando para baixo estarei representando a ideia de presente. A ideia de futuro poderá ser representada com o braço esticado para frente com a mão fechada e o dedo indicador apontando para a frente. Use gestos que possam representar ideias. Diante de uma plateia numerosa, com pessoas despreparadas ou em ambientes abertos, procure utilizar gestos mais largos, mais abundantes. Quando falar para pessoas cultas, pequena plateia ou ambiente fechado, use gestos menores e moderados. Procure não erguer muito a cabeça para não transmitir autoritarismo, arrogância, prepotência. Não fale olhando para o chão demonstrando baixa autoestima ou medo de encarar as pessoas.

O ideal é o meio termo, ou seja, um ângulo de 90° é o mais indicado. O que compromete a postura e os gestos são os movimentos repetitivos. Por exemplo: ficar cruzando os braços e colocar as mãos nos bolsos em excesso ou, ainda, ficar cruzando os braços atrás das costas poderá incomodar os ouvintes. Agora, se uma vez ou outra você cruzar os braços, colocar os braços atrás das costas ou a mão no bolso, desde que seja por um curto espaço de tempo, pode até mesmo ser indicado. Comportamentos assim fazem parte da naturalidade. Repito mais uma vez: o que compromete é o excesso de um mesmo gesto ou de uma postura. Procure equilibrar o seu peso de forma igual para ambas às pernas, para uma postura mais elegante. Sendo possível, filme você falando, para que veja como estão seus gestos e a postura. Se algo chamar a atenção, é sinal de que precisa fica mais atento ao que tem feito diante das pessoas.

Gostou das dicas? Faça o curso completo com o prof. Romero Machado. Faça agora a sua inscrição. Clique aqui.

Palestras exclusivas, emocionantes e transformadoras, disponíveis para empresas, universidades e eventos em geral. Leve o Curso de Oratória in Company para sua empresa. Um treinamento moderno, prático e completo para líderes e colaboradores. Romero Machado realiza também o Curso Personal Coaching - Treinamento Particular de Oratória. Sob medida para você. Entre em contato. Clique aqui!

www.RomeroMachado.com.br 
Todos os direitos reservados.

 
 
Romero Machado Oratória Siga-me
 
 
 
Romero Machado© 2014 - Todos os direitos autorais reservados
 
Este site foi desenvolvido pela: Zigg Online