Untitled Document
O medo social
 

Esse é o tipo de medo que mais acomete as pessoas. É o medo de ser julgado pelo outro. Cuidado com os seguintes pensamentos: “As outras pessoas vão pensar que eu sou um covarde porque gaguejo e fico agitado quando falo.”; “Como é que eu vou me sair dessa?”; “As minhas mãos estão suando, eu estou tremendo.”. 

Quanto mais sintomas corporais se fizerem sentir, mais alerta a mente fica,  e consequentemente mais medo é sentido e mais o corpo amplifica esses sintomas. Ficar pensando no que o outro está pensando em relação a você pode ser doentio. Albert Einstein nos deixou uma grande lição: “O que as pessoas pensam em relação a mim, só interessa a elas”. A opinião dos outros não muda em nada a sua vida.

Quando sentir medo, encare-o normalmente. Você não é o único que sente medo. As pessoas que você admira também passaram por esse mesmo desconforto. Lembre-se: o que diferencia uma pessoa das outras é a sua atitude diante do medo. Você pode encarar ou desistir. A decisão é sempre sua.

Pessoas de sucesso enfrentam o medo com sabedoria e inteligência. Encare o medo com estratégia, com conteúdo de qualidade e  com uma boa dose de autoestima. Evite os pessimistas de plantão. Procure ficar próximo de pessoas agradáveis e otimistas. Não tome remédios, calmantes ou bebidas alcoólicas para tentar controlar as reações do medo no organismo. Esses paliativos, efetivamente, não ajudam em nada, pelo contrário, podem é piorar a situação. Tenha conteúdo, estude, procure ser uma referência naquilo que você faz. O medo, na grande maioria das vezes, distorce a realidade.

Se for um medo construído nas suas inseguranças, você vai acreditar que aquilo que está sentido não o deixa realizar o que pretende e pode conduzi-lo a pensamentos do tipo: “Se eu perder a noção do que estou dizendo, eu vou parecer um idiota e perder a credibilidade e o respeito de todos.”. 

Na realidade, embora seja desagradável perder a linha de pensamento, se isso acontecer não será o fim do mundo. A probabilidade de perder a sua credibilidade e respeito pode revelar-se muito baixa. Mesmo que possa temporariamente esquecer algo, as pessoas nem sempre são insensíveis. Com calma, persistência e foco, é possível sim, recuperar novamente a linha de raciocínio.

Na pior das hipóteses, mesmo que perante esse pequeno incidente, algumas pessoas possam julgá-lo, você deve seguir em frente e comprovar que mesmo com algum sentimento de medo, imprevisto ou dificuldade, é possível cumprir aquilo que se propôs a fazer.

Gostou das dicas? Faça o curso completo com o prof. Romero Machado. Faça agora a sua inscrição. Clique aqui.

Palestras exclusivas, emocionantes e transformadoras, disponíveis para empresas, universidades e eventos em geral. Leve o Curso de Oratória in Company para sua empresa. Um treinamento moderno, prático e completo para líderes e colaboradores. Romero Machado realiza também o Curso Personal Coaching - Treinamento Particular de Oratória. Sob medida para você. Entre em contato. Clique aqui!

www.RomeroMachado.com.br 
Todos os direitos reservados.

 
 
Romero Machado Oratória Siga-me
 
 
 
Romero Machado© 2014 - Todos os direitos autorais reservados
 
Este site foi desenvolvido pela: Zigg Online